Cesta (0 Itens)
Sua cesta está vazia! Acesse nossas seções " Artesanatos " ou "Galeria de Obras" e conheça nossos produtos

Poesias

Prospecção

prospeccao

Não são pepitas de ouro que procuro.
Oiro dentro de mim, terra singela!
Busco apenas aquela
Universal riqueza
Do homem que revolve a solidão:
O tesoiro sagrado
De nenhuma certeza,
Soterrado
Por mil certezas de aluvião.
Cavo,
Lavo,
Peneiro,
Mas só quero a fortuna
De me encontrar.
Poeta antes dos versos
E sede antes da fonte.
Puro como um deserto.
Inteiramente nu e descoberto.

Autor:  Miguel Torga

CompartilharEmail this to someoneShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+